CONSUL INAUGUROU NOVO SUPERMERCADO NO BAIRRO VENEZA 2

A Consul entrega aos moradores do bairro Veneza 2 o seu mais novo supermercado. Com característica de loja de vizinhança, ocupa um espaço de 600 metros quadrados, que abriga uma área de hortifrutigranjeiros, padaria, açougue e toda linha de mercearia e utilidades domésticas, além de estacionamento para os clientes. Tudo operado por uma equipe qualificada e que pratica um atendimento personalizado aos cooperados, tradicional atributo da cooperativa ao lado da qualidade dos produtos que comercializa.

O novo supermercado abriu 30 novos postos de trabalho. A filosofia da Consul preconiza a garantia de empregos e o afastamento das atividades das pessoas vulneráveis ao Covid, dando-lhes total assistência, além de seguir rigorosamente os requisitos de segurança sanitária solicitados pelos órgãos públicos nesse período de pandemia e de economia em dificuldades.

O presidente Adilson Suda afirma: “é uma loja que vem atender ao anseio dos moradores do bairro Veneza 2  e integra o projeto de expansão da Consul, levando qualidade, conforto, comodidade e preços justos para os cooperados e a toda comunidade do colar metropolitano do Vale do Aço”. Prosseguindo, Suda enfatiza: “a estratégia de expansão é marcar presença no colar metropolitano, de acordo com o slogan “Consul mais perto de você”, pois estamos há 57 anos na região e não podemos permitir a perda da identidade pela chegada de novos entrantes no mercado de varejo”.

No cronograma da expansão a cooperativa abrirá mais uma loja no Bairro Iguaçu, em breve, e já planeja outra no bairro Cidade Nova, cujo terreno já foi adquirido.

Venha cooperar

A Consul está aberta para todos desde 1993 e não apenas a funcionários do sistema Usiminas.  Para ser cooperado basta apresentar a carteira de identidade com CPF e um comprovante de residência em qualquer uma das lojas.

Adilson Suda, presidente da Consul, expõe alguns dos benefícios de ser cooperado Consul: “preço diferenciado, parcelamentos de compras, sorteio de prêmios em ocasiões especiais, descontos com parceiros e fornecedores e a distribuição das sobras financeiras, que é o lucro em outras atividades comerciais”. Este ano foi distribuído um milhão e meio de reais, proporcionais as compras de cada cooperado.